Treino aeróbio e de força, uma dupla imbatível

É inegável que nenhum indivíduo é igual ao outro. Cada qual tem suas características, objetivos e sonhos. Partindo desse princípio, podemos entender o motivo pelo qual uns preferem fazer musculação e outros correr por exemplo.

Cada um escolhe a modalidade que lhe agrada mais, pois o prazer é fator fundamental na prática esportiva. Assim como os indivíduos, cada modalidade têm suas peculiaridades e isso não significa que não possam trabalhar várias capacidades ao mesmo tempo ou treinarmos mais de uma modalidade.

É claro que isso deve ser bem dividido ao longo da semana, a fim de melhorar o desempenho sem prejuízos e lesões.

O profissional, amparado pelos conhecimentos científicos acumulados, prescreve exercícios de acordo com as necessidades, objetivos e características do indivíduo.

Sabendo disso, buscamos as diretrizes do Colégio Americano de Medicina do Esporte que estabelecem recomendações necessárias para prevenção de lesões, desenvolvimento e a manutenção da aptidão cardiorrespiratória, composição corporal e força, bem como a prática de treinamentos de força, aeróbicos e flexibilidade.

A união dos exercícios é benéfica: treino aeróbico de 3 a 5 vezes por semana com intensidade de 60% a 90% da frequência cardíaca máxima com duração de 20’ a 60’ de atividade contínua. Já os exercícios de força, de 2 a 3 vezes por semana com intervalo de 48 horas entre as sessões para o mesmo grupo muscular, sendo 8 a 10 exercícios para os principais grupos, com 2 a 4 séries de 8 a 12 repetições cada, intensidade moderada a vigorosa e intervalos de 2 a 3 minutos entre as séries.

Variar os treinos é muito importante, mas lembre-se, sempre com acompanhamento médico e de um bom profissional de Educação Física, ok?

Vitor Nunes
Coach Upper Run

Gostou do Conteúdo? Compartilhe

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on linkedin
LinkedIn
Share on email
Email

© 2019 Grupo Upper Life - Bem-Estar Corporativo. Todos os Direitos Reservados.